Qual o papel da TI na Automação Comercial?

Na hora de maximizar o potencial da sua empresa e usar o que há de melhor e mais novo na tecnologia, é preciso ter, também, uma boa equipe técnica, com profissionais bem treinados.

Mas, não só isso, é preciso saber como direcionar os esforços deles e como melhor utilizar as habilidades técnicas mais atuais do mercado na sua empresa.

Na hora de se manter no mercado e crescer, é preciso saber quais são as mais novas demandas e estilos de trabalho, como oferecer mais mobilidade aos seus funcionários e qual a melhor maneira de prepará-los para as mudanças que virão no mercado nos próximos anos.

Por isso, nesse artigo explicamos qual deve ser o papel da TI na automação comercial. Confira abaixo em nosso artigo

O que é automação comercial?

Automação comercial refere-se ao processo de desenvolvimento e uso de aplicativos e funções em plataformas que cortam a necessidade de pessoal qualificado diretamente envolvido.

Um exemplo prático de automação comercial são as fábricas durante as revoluções industriais.

Na primeira revolução industrial, a necessidade de operários ainda existia, mas a produtividade foi amplificada.

Na segunda revolução industrial, os processos ficaram ainda mais segmentados e automatizados, mas a necessidade de operadores ainda era vital.

Na terceira revolução industrial, a que estamos vivendo agora, a tecnologia chegou a um ponto em que a automatização de robôs nas fábricas eliminou quase completamente a necessidade de operários – mas criou a demanda por técnicos altamente qualificados.

Hoje, um aplicativo que conta e gerencia o estoque, é uma tecnologia de automação comercial, porque impacta diretamente na maneira como as equipes produtivas trabalham.

No ramo da tecnologia, a automação comercial está diretamente ligada a como os profissionais de TI são capazes de gerir aplicativos que reduzam a intervenção direta, melhorem o fluxo produtivo da empresa e cortem a necessidade de mais pessoal contratado.

Não é necessário inventar uma tecnologia altamente disruptiva, apenas maximizar o potencial da empresa e seu corpo de trabalho.

Como, então, direcionar seus funcionários de TI para alcançar melhores resultados?

Como usar bem uma equipe de TI

Um dos grandes problemas atuais no gerenciamento de equipes técnicas é o desperdício. Desperdiçam-se recursos, tempo e bons profissionais em atividades que não rendem bem.

Na verdade, um bom gerente hoje já deveria ter considerado alguns investimentos em cloud computing e tecnologias similares.

Por isso, entender quais são os processos e as demandas da empresa é essencial para direcionar as atenções para o lugar certo.

No mercado das inovações tecnológicas, nada é mais prejudicial do que ficar de fora das demandas e usar seu pessoal para funções “padrão”.

No mundo conectado de hoje, lidar com funções básicas e administrativas é dar para a sua empresa a chance de ficar para trás quando o assunto for inovação.

Na verdade, manter uma equipe de TI grande, hoje, é ir na contramão do mercado internacional.

Cada vez mais as grandes companhias estão investindo em serviços automatizados ou terceirizados, que ainda saem mais baratos, e deixando apenas os profissionais necessários para lidar com as questões mais vitais, como desenvolvimento de tecnologias.

Uma boa maneira ver o papel da TI na automação comercial é através do cloud computing.

O cloud computing na automação comercial

Rodar e desenvolver softwares e aplicativos na nuvem é muito mais barato. Isso porque, inicialmente, os custos de escalabilidade são quase cortados ao zero (tirando os gastos com volume de dados, mas esses dados aparecem no contrato e no orçamento inicial).

Não é mais necessário investir em hardware ou aumentar a equipe, o que, em uma área com salários por volta de sete a dez mil reais, pode ser um problema para uma empresa pequena.

Mas, para fazer a transição dos softwares, aplicativos e dados empresariais para a nuvem, é necessário ter mão de obra qualificada para garantir a integridade e segurança do processo.

É aí que entra o profissional de TI, o papel dele na automação comercial, quando falamos em cloud computing, é a de transmitir com segurança as aplicações da empresa para o ambiente digital terceirizado e, posteriormente, lidar com as funções remanescentes dentro da empresa, como pesquisa e desenvolvimento.

Para saber melhor como funciona, por exemplo, um cloud backup, temos um artigo detalhando todos os processos dessa transferência.

Então, o TI na automação comercial serve como uma ponta para a inovação.

São esses profissionais que vão encontrar as soluções mais práticas e econômicas para a empresa onde trabalha, investindo mais e mais tempo e energia em atividades que ajudam a empresa a crescer de maneira exponencial, e não verificando arquivos corrompidos e servidores inativos.

Saiba mais sobre como a Mactec pode auxiliar o crescimento da sua empresa nesse post aqui. Para mais dúvidas, assine nossa newsletter ou fale com um de nossos atendentes 🙂

Publicado em Cloud Computing, Novidades Marcado com: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*